segunda-feira, 6 de março de 2017

Quaresma com o desejo de ir com Jesus até Jerusalém.

Hoje, Quarta-Feira de Cinzas, começamos uma “peregrinação” através da Quaresma com o desejo de ir com Jesus até Jerusalém. «Neste tempo recebemos sempre uma forte chamada à conversão, o cristão está chamado a voltar para Deus ‘de todo o coração’ (Jl 2,12), (…) a crescer na amizade com o Senhor. Jesus é o amigo fiel que nunca nos abandona» (Papa Francisco).
A liturgia quaresmal vai-nos guiando nesse caminho. Destacamos alguns dos temas fundamentais interligados com a Redenção de Nosso Senhor Jesus Cristo:
Quarta-feira de Cinza: começo da Quaresma: tempo de purificação orientado para a celebração do “Tríduo Pascal” (Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo).
A Esmola: a quaresma leva-nos a dar não só algo que possuímos, mas a  dar-nos a nós mesmos.
O jejum: através do jejum da minha vontade própria posso chegar a ser um “dom” para os outros.
O anúncio do Evangelho: Deus oferece a graça ao homem caído.
A misericórdia de Deus não é uma “graça a baixo preço”: a Misericórdia não ignora a injustiça, mas vence-a.
O Batismo de Jesus Cristo: Jesus inicia a sua vida pública pondo-se na posição dos pecadores.
As tentações de Jesus: Jesus Cristo entra no drama da existência humana para encontrar a “ovelha tresmalhada”.
As parábolas de Jesus: não olhemos para Jesus fugindo do presente para o passado, mas do presente para o presente.
Jesus fez-se "leproso" a fim de que nós fôssemos purificados: O amor de Deus é mais forte do que o mal.
Jesus é o autêntico “Lázaro”: quem não acredita na Escritura também não acreditará no que vier do mais além.
Jesus, o “verdadeiro Jonas”: como aconteceu a Jonas, Jesus esteve três dias e três noites “desaparecido” abaixo da terra.
Também te oferecemos antecipadamente o Evangelho e o comentário dos Domingos da Quaresma (ciclo A):
Domingo III: «Dá-me de beber!»
Domingo IV: «Vai lavar-te»
Através das opções Indice Analítico (do serviço “Master”) e do Calendário Perpétuo podes consultar mais comentários sobre a Quaresma.

Texto retirado do site evangeli.net.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Interequipe - O mundo em transformação, interpela as ENS.


O ano Equipista iniciou oficialmente no Setor Castanhal, Regional Norte II. Como acontece todos os anos por ocasião do mês de janeiro, os casais Equipistas do Setor Castanhal, participaram com muito entusiasmo de mais uma Interequipes, também denominada de Reunião de Equipes Mistas, onde os casais “deixam” suas Equipes de base para se juntar a outros irmãos Equipistas, e assim vivenciar um momento de profunda comunhão e unidade no movimento, estreitando os laços e a afinidade entre Csais Equipistas, conscientizando a cada um que, embora tenhamos a pertença a uma Equipe de Base específica, somos todos integrantes do mesmo Movimento, Equipes de Nossa Senhora. Neste ano o Região Norte II, da Província Norte, propôs para a realização da Interequipes o tema O mundo em transformação, interpela as ENS e o Lema “Um Casal que pertença a um Movimento Eclesial, não pode permanecer passivo só na vivência do seu belo e bonito matrimônio, texto extraído do discurso de Tó e Zé Casal Responsável da ERI (Equipe Responsável Internacional), por ocasião do Encontro de Casais Regionais em Roma 2016. O Tema da Interequipes só veio cada vez mais instigar os Casais Equipistas sobre o sentido da Missão, que cada Casal é chamado a realizar na Igreja, nas mais diversas pastorais e de modo particular na Pastoral da Família, preparação dos Casais para o Matrimônio acompanhamento e outros. Como bem diz o Santo Padre o Papa Francisco “Igreja em saída’ Casais que vão ao encontro de outros irmãos afastados para anunciar a alegria do evangelho, e testemunhar a riqueza e a beleza do Matrimônio, que é aliança entre o Casal e Deus, para a santificação da humanidade. Os casais Anfitriões da Interequipe de 2016, a exemplo do ano passado foram os CREs de 2017, que não mediram esforços para proporcionar um encontro recheado de organização, alegria e muita hospitalidade, hospitalidade essa que é o “Cartão de visita” dos Casais das Equipes de Nossa Senhora. O Setor Castanhal agradece a todos os Casais Anfitriões, Casais participantes e Sacerdotes Conselheiros, pelo belíssimo testemunho de pertença ao Movimento das Equipes de Nossa Senhora, também pela docilidade em acolher em mais um ano a Reunião de Interequipes. Rogamos a Nossa Senhora de Fátima Padroeira do Setor Castanhal e ao Padre Caffarel, que neste ano de 2017, tenhamos dias abençoados, cheio de alegria e muitos frutos em todas as nossas Equipes de base. Abaixo seguem alguns registros das Reuniões de Interequipes, que foram gentilmente enviada pelos Casais Anfitriões.












































terça-feira, 20 de setembro de 2016

2º Retiro Anual do Setor Castanhal


O Belíssimo Cenóbio da Transfiguração, Casa de Formação e de Espiritualidade da Diocese de Castanhal, foi mais uma vez o local escolhido pelo Setor Castanhal, para a realização do II Retiro anual dos Casais do Movimento das Equipes de Nossa. O II Retiro anual foi realizado nos dias 16 a 18/09/2016, e teve como pregador o Sacerdote Conselheiro Espiritual Padre Camilo Silva da Paróquia de São Francisco de Assis e Conselheiro da Equipe 16 Nossa Senhor de Nazaré, o Tema escolhido para o segundo Retiro foi: “A alegria de sermos Casais Eucarísticos e Missionários”. A arquitetura do local, bem como sua localidade, por si só, já são elementos que propiciam e favorecem o silêncio, a escuta, a meditação, e as reflexões de um Retiro. Foram momentos maravilhosos e de muita escuta, em que os casais tiveram a oportunidade de ouvir o mestre que fala no silêncio aos seus corações, chamando-os a recomeçar, além de rever a caminhada de espiritualidade Conjugal, em conformidade com a mística e o carisma do movimento. Padre Camilo fez cinco belas reflexões: A alegria de ser Casados; Pecado caminho de morte, perdão caminho de vida; Jesus Misericordioso – A Eucaristia; Dever de sentar-se e Tempo ou decisão. A cada meditação os Casais eram estimulados a fazer um momento de reflexão pessoal e em Casal, antevendo o dever de sentar-se PCE que seria realizado naquele Retiro. Um dos momentos mais agraciados do Retiro, foi a amorosa presença do Bispo da Diocese de Castanhal Dom Carlos Verseleti, que alegrou a todos os casais com a sua chegada. Dom Carlos, aproveitou e proferiu com docilidade a 3ª Meditação Jesus Misericordioso, destacando a importância dos casais Equipistas em exercerem no dia a dia a caridade aos irmãos, de modo particular aos irmãos mais afastados, que ainda não fizeram a experiência do amor de Deus, e “Vocês casais Equipistas, tem como missão levar o amor de Cristo a estes irmãos, afastados de graça recebestes de graça deveis dar” Além das ricas meditações, o roteiro do Retiro contou com Meditação das Laudes, Celebração Eucarística e o Dever de sentar-se dos Casais, PCE dos mais importantes e imprescindível na vida do Casal Equipista. O Domingo dia do Senhor a Missa foi em intenção “Para que a Igreja logo proclame a santidade da vida do Padre Henri Caffarel, falecido há 20 anos, fundador do Movimento das Equipes de Nossa Senhora que tanto bem tem feito aos casais, aos sacerdotes, à Igreja e à sociedade” momento de unidade no movimento ao Dia Nacional de Oração pela Canonização do Pe. Henri Caffarel. Com belíssima homilia do Pe. Camilo um dos momentos de grande alegria neste retiro. No final o Casal Responsável da Região Norte II, Edna e Sebastião dirigiu o Rito de Lançamento dos novos equipistas da Região Note II a Equipe 18 - Nossa Senhora Auxiliadora, equipe essa, que completou o seu período de Experiência Comunitária, e foi lançada justamente na Santa Missa de Encerramento do Retiro, para aclamação e acolhida de toda a Comunidade Equipista do Setor Castanhal.